sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Lista Cambacica #7

Ah "Cambaciquers"... Começou a sexta-feira encarnada. 


Hoje tem debate da Rede Globo com os candidatos à presidência, domingo tem eleição e daríamos tudo para que Dilma e Aécio trocassem de corpo por 24 horas e tivessem que convencer o povo a não votar neles.  

I-ma-gi-na a loucura! 


Mas... Como nem tudo são flores, teremos que assistir tudo na formalidade mesmo. Propostas e mais propostas. Mas não é de eleições que se trata o assunto de hoje e sim de "Lista Cambacica" mortal, com as "5 mortes, mais bizarras de todos os tempos". Ai ai meu coração. 


A gente já começa em clima de Halloween, por que vamos combinar que essa é a morte mais travessa com gostosura de todos os tempos. Você sabia que existiu na terra, um cara que morreu por ingerir muita comida? Durante o ano de 1771, o rei da Suécia, Adolf Fredrik, morreu por problemas de digestão, não sendo capaz de digerir a refeição composta por uma lagosta, chucrute, caviar, arenque defumado, e champanhe, culminando em 14 porções de sua sobremesa favorita de hetvägg servida em tigela de leite quente. Ê lasqueira




A segunda, sem dúvidas, é muito mais bizarra. Você iria atras da sua morte? Pois é. O revolucionário americano James Otis Jr. esperava que sua morte viesse de um raio. Ele relatou a sua irmã “Minha querida irmã, eu espero, que quando Deus Todo-Poderoso em sua providência justa me levar do tempo para eternidade que isso será por um relâmpago”. Em 1783 repentinamente seu destino se cumpriu quando o raio atingiu a chaminé da casa de um amigo, em cuja porta que ele se encontrava de pé. Ele morreu aos 58 anos de idade.



Mas as bizarrices não param. Talvez o pior nem seja morrer, mas, esperar para morrer. Durante o ano de 1877, um incidente aconteceu em Deadwood, South Dakota, quando David Lunt foi baleado em luta de salão. Durante o curso da ação a bala foi disparada da arma e acertou a testa de David Lunt, que sobreviveu ao incidente. Fato muito raro.

Depois disto, ele começou a fazer suas tarefas de rotina diária, quando de repente, após um período de 67 dias ele sentiu uma terrível dor de cabeça e morreu. De acordo com o relatório da autópsia, David morreu pelo tiro de bala, mas ninguém poderia determinar a razão de sua sobrevivência por período tão longo após o incidente.



Nosso quarto colocado não podia perder tão feio. Então, resolveu fazer algo ainda mais bizarro. Durante o ano de 1941 um escritor e contista americano, Sherwood Anderson morreu por engolir um palito durante uma festa. O incidente aconteceu no cruzeiro que estava indo para América do Sul.
Anderson e sua esposa estavam no navio de cruzeiro de Santa Lucia quando Anderson teve dor abdominal e foi levado ao hospital em Colón, Panamá, onde morreu em 1941. Seu relatório de autópsia mostrou que ele tinha acidentalmente engolido um palito de dente enquanto comia hors d’ oeuvres ou a azeitona do martini.


E pra fechar com chave de ouro... Uma morte totalmente imprevisível (sqn). Um promotor público chamado Garry Hoy morreu a fim de provar a si que seu vidro era indestrutível. O incidente desagradável ocorreu em 1993 quando Garry se atirou contra a janela de uma pequena sala de reuniões, que era localizada no 24° andar de Toronto-Dominion Centre.

O objetivo era apenas para provar a um grupo de visitantes sobre sua janela de vidro ser indestrutível. A tragédia aconteceu quando vidro não quebrou, porém a moldura/portal da janela se soltou para fora.



Pois é "Ciquers", estamos entrando em nosso final de semana. Curtam, aproveitem, e corram aqui na segunda para conferir o segundo post sobre Halloween. Se tiver sugestões de postagens, manda pra gente, vamos adorar receber seu conteúdo!

fonte: http://top10mais.org/top-10-mortes-mais-bizarras-de-todos-os-tempos/

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Túnel do Tempo #8

E essa quinta feira que começou com um sol maroto em "Ciquers"?

Sabe, que dia é hoje? Yeap! Hoje é dia de rever aquilo que marcou o passado dos seus avós, bisavós e "ós" que você imaginava existirem! Estamos quase no fim dessa série de posts.

Tudo bem... A gente sabe que vão sentir saudades. Mas, em breve a gente volta com a segunda temporada de posts "Túnel do Tempo", ok?


Então tá tudo certo. Bora ver como foi o passado? BO-RA!

Comecemos com essa quinta-feira, 23 de Outubro linda. Dia de sol e com eleição chegando nesse find. Mas, o que os "23 de Outubros" alheios, nos reservaram? Veremos:

Primeiro vôo do 14-Bis
Em 23 de outubro de 1906, Santos Dumont fez um vôo de 70 metros com o avião construído por ele. O 14-Bis não necessitava de veículo auxiliar e,desta vez, ele estava disposto a se elevar do solo somente com o aparelho. Possuía 4,81m de altura e ficou sete segundos no ar. Essa invenção o deixou famoso em todo mundo.

1739 - A Espanha declara guerra à Inglaterra.
1812 - O exército de Napoleão inicia em Moscou sua retirada da Rússia.
1817 - Nasce Pierre Athanase Larousse, enciclopedista francês.
1821 - Declarada a liberdade de imprensa no Peru pelo general José de San Martin.
1906 - O brasileiro Santos Dumont realiza em Paris um vôo de 70 metros, a dois metros de altura, com o 14-bis, avião construído por ele.
1932 - Morre o etíope Abebe Bikila, vencedor da maratona Olímpica de Roma, em 1960, correndo descalço. Ficou paraplégico em um acidente rodoviário.
1940 - Nasce Édson Arantes do Nascimento, o Pelé, considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos.
1944 - Americanos e japoneses iniciam no mar filipino, a maior batalha naval da Segunda Guerra Mundial.
1951 - Nasce o músico argentino Charly Garcia.
1954 ¿ A Grã-Bretanha, a França, os Estados Unidos e a União Soviética concordam em terminar a ocupação da Alemanha.
1956 - Ocorre na Hungria uma rebelião popular contra o regime comunista-estalinista. O político reformista Imre Nagy torna-se primeiro-ministro, iniciando mudanças no país e anunciando a retirada do Pacto de Varsóvia.
1958 - Boris Pasternak, escritor russo, vence o prêmio Nobel de Literatura, pela obraDoutor Jivago. O governo soviético havia criticado a obra.
1966 - Nasce a atriz Cláudia Raia.
1966 - Nasce o piloto italiano Alessandro Zanardi, piloto da Fórmula Indy e da Fórmula-1.
1969 - Nixon anuncia a retirada norte-americana do Vietnã.
1978 - A troca de documentos em Tóquio termina, formalmente, com quatro décadas de hostilidade entre a China e o Japão.
1988 - O furacão Ruby afunda o barco Dona Marylin, no mar das Filipinas. 566 pessoas viajavam na embarcação.
1998 - As bolsas de valores de todo o mundo são atingidas pela queda da bolsa de Hong Kong. A Bovespa, em São Paulo, fecha em baixa de 8,15%.
2001 - O secretário de Imprensa da Casa Branca, Ari Fleischer, disse que testes confirmaram presença de antraz no setor de recebimento de correio da Casa Branca.

E é isso "Ciquers", amanhã tem "Lista Cambacica", passa por aqui!

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Motive-se!

"As pessoas costumam dizer que a motivação não dura para sempre. Bem, nem o efeito do banho, por isso recomenda-se diariamente." - Zig Ziglar


terça-feira, 21 de outubro de 2014

Na mosca! [FOTOS]

Confira quem acertou os Doze líderes, e faturou um prêmio super legal!

Mayra Porto (à esquerda) - Campinas

Larissa Machado - Televendas (Orion Distribuidora - Palhoça)
Jéssica Goulart – Televendas (Orion Distribuidora - Palhoça)

Orion em Foco - Douglas Silva - #Entrevista



Hey "Ciquers", tudo certinho? Você que conferiu parte da entrevista com o colaborador Douglas Silva no nosso Cambacica, agora pode conferir a mesma entrevista, na íntegra. Aproveite para conhecer um pouco mais sobre o trabalho do colaborador e, também, sobre sua vida. 


Entrevista e Texto: Tatiana Glavam

"Douglas, o tema do Cambacica desse mês é Liderança, então escolhemos você para ser o entrevistado dessa edição por ser o mais novo líder do armazém do Varejo. Você tem uma trajetória bacana aqui dentro da Orion e eu gostaria que você contasse aos nossos leitores um pouquinho dessa história."



Quem é o Douglas?
(sic) Hoje? Porque com essa pergunta eu fico me lembrando do início, de toda a minha trajetória, não só aqui dentro, mas na minha vida pessoal também, tudo que a gente já aprontou, já riu, já viu que era errado... (risos) O meu jeito não mudou, eu continuo uma pessoa gentil, calma, atenciosa, gosto de manter amizade com todo mundo. Tenho 34 anos, sou casado tem dois filhos: o Eduardo de 9 anos e Gabriel de 3 anos. Já estou junto com a minha esposa o mesmo tempo que tenho de empresa: 15 anos, mas casado mesmo há 9 anos.

Quando entrou na Orion?
(sic) Em novembro, faz 15 anos que entrei na Orion. Entrei como separador do atacado.
Essa história é interessante... Já trabalhava na empresa um colega meu. Um colega de infância. Fazíamos tudo juntos, estudávamos, brincávamos aí ele começou a trabalhar e eu fiquei sozinho. Daí meu amigo falou que ia conseguir uma vaga na Orion pra mim também. Conversou com o pessoal da Orion e fui para uma entrevista.
No dia da entrevista, estava esperando na recepção e vi ele passar, ele estava com outro cara e era o Sr. Ricardo, e eu não o conhecia. Perguntei para meu amigo se ia demorar muito porque eu já estava na recepção há um tempinho.
O Sr. Ricardo se virou pra mim e disse que já ia me chamar. Entrevistou-me, fez uma piada que eu não entendi, mas como eu ri ele achou que eu entendi e eu fui contratado como separador.

Como foi a trajetória na empresa?
(sic) Eu entrei direto no atacado como separador. Depois de aprender a função, comecei a me destacar e aprender outras coisas. Na época tinha uma jogada que você começava a ajudar o conferente e no período de intervalo de café ou alguma outra necessidade a gente ficava no lugar do conferente. E ali eu comecei a me destacar, tirei a vaga do conferente que estava me treinando e fui promovido a conferente. Fiquei bastante tempo como conferente, um longo período. Até que começou a entrar gerentes. O Tiago (antigo gerente de suprimentos da distribuidora) me mostrou o que era inventário, organização de estoque, controle. E eu mesmo no cargo de conferente comecei a desenvolver essa função. Participei dos endereçamentos da Distribuidora e Armazém de Campinas.  E quando o Maurício assumiu, me promoveu para o cargo de assistente de logística, e assim a gente foi montando uma equipe diferente, treinei a equipe. E quando o Alan assumiu o setor foi nomeado PCE – Planejamento e Controle de Estoque. O Alan viu meu trabalho na distribuidora e apostou em mim para Coordenador de Administração de materiais no varejo.

Você tem 15 anos de empresa, mas sei também que você tem uma outra ocupação, a banda. Conta um pouquinho pra gente.
(sic) Iniciei muito cedo com banda também. Aos 11 anos já tocava instrumentos e aos 12 anos montei minha primeira banca com amigos. Já passei por algumas bandas. Atualmente faço parte da GROOVE DE CARRON, onde estou há 5 anos.

Porque a banda tem esse nome?
(sic) Nos inspiramos em uma música da Cássia Eller onde ela fala isso numa música.
Groove também é um estilo musical. E “Carron” e como se fala em português o instrumento Cajón*. Esse nome tem tudo a ver com o som da nossa banda que já passou por algumas nuances como rock, hard rock, reggae, pop.

É difícil conciliar as duas ocupações, mais o casamento?
(sic) Risos... Não é difícil conciliar a banda e a empresa, não temos muito ensaios porque todos da banda também trabalham fora. O único que é autônomo é o vocalista, por isso hoje é ele que administra a banda, é nosso comercial, agenda os shows.
A banda e o casamento foi mais difícil... Tive que levar junto para os shows várias vezes para ela entender e confiar em mim. Mas todos da banda, tirando o batera que é mais mulherengo, a gente vai pro show tocando, falando de som, e quando volta a mesma coisa, concentração total.
Mas as duas ocupações tem uma coisa bastante parecida que é passar o conhecimento adiante. E isso é uma característica minha, e tenho facilidade de fazer. Na banda sempre tive facilidade de tirar o som, e ajudar os integrantes da banda a passar a música. E aqui na empresa como líder agora, tenho que acompanhar a equipe, ensinar o operacional, explicar qual o melhor caminho.

Vocês tem show toda semana?
(sic) Sim. Como estamos tocando um som mais praia, temos tocado muito num bar na Guarda do Emabú chamado Capetas. Mas para acompanhar a agenda da nossa banda o pessoal pode nos curtir e seguir o GROOVE DE CARRON no facebook.

O que deixa de dica/incentivo para quem está entrando na empresa agora?
(sic)Sempre estar a frente de tudo, se antecipar, isso inclui muito estudo!  E bem feito tudo que for fazer!

"Legal Tati! É minha segunda entrevista para Cambacica, e legal que as duas foi você que me entrevistou!" - Douglas
* O cajón é um instrumento de percussão que teve sua origem no Peru colonial, onde os escravos africanos, separados de seus instrumentos de percussão pelos feitores da época, utilizaram-se de caixas de madeira e gavetas (outra tradução para cajón) para tocarem seus ritmos. Daí dizer que sua origem é afro-peruana. Com o passar do tempo o instrumento transformou-se no que conhecemos hoje por cajón. O instrumento hoje é considerado pelo governo peruano como "Patrimônio Cultural da Nação".